DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

domingo, 5 de fevereiro de 2017

VÍDEO MOSTRA DISCUSSÃO ENTRE GUARDA MUNICIPAL E POLÍCIA MILITAR DURANTE BLITZ

O que era para ser apenas mais uma blitz terminou em confusão entre agentes da Guarda Municipal de Salvador e um policial militar. Para o caso, existem duas versões: a da agressividade dos agentes da Guarda e a agressividade do PM. Um vídeo mostra um dos momentos do ocorrido. Enquanto o policial está ao telefone, o guarda municipal grava um vídeo e começa a agredir verbalmente o PM.

VEJA: 


ENTENDA A HISTÓRIA
Em nota oficial, a prefeitura de Salvador alega que, na noite deste sábado (4), agentes da GM Municipal foram agredidos verbalmente por um homem que posteriormente se identificou como oficial da Polícia Militar durante operação de patrulhamento preventivo na Avenida Tamburugy, atrás do Shopping Paralela. O cidadão realizou direção perigosa e lançou o veículo contra os guardas. A partir da ordem de parada, o homem passou a ofender verbalmente os servidores.

Diante do visível estado de embriaguez do agressor, os agentes acionaram a Transalvador para realização do teste de alcoolemia, visto que o mesmo continuava a desacatar e ofender os servidores da Prefeitura que realizavam a atuação na área, numa ação feita por solicitação dos próprios moradores junto à base do Grupamento de Operações Especiais da Guarda, que fica na localidade.


Os guardas, que procederam com a ação com o acompanhamento de policiais militares, foram orientados a proceder com o encaminhamento para a 12ª Delegacia de Polícia, em Itapuã, para registro da ocorrência.

VERSÃO DO PM – em texto não oficial que circula nas redes sociais, o PM – identificado como sendo o tenente-coronel Marcos Henrique, comandante do Centro de formação e aperfeiçoamento de praças da PM, alega que foi abordado na blitz por guardas armados e bastante agressivos. 

De acordo com este relato, palavras de baixo calão foram usadas e agentes do município o destrataram e ainda tomaram a carteira do policial. Após o ocorrido, imediatamente o coronel chamou reforço policial para conter os GMs. Como a sede da guarda fica próximo do local da blitz, por trás do shopping Paralela no bairro de Patamares, eles se protegeram no órgão. Ao fim, todos foram encaminhados para a 12ª Delegacia de Polícia, em Itapuã, para registro da ocorrência.


Vídeo: Aratu Online

Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS