DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

COM CADEIAS LOTADAS, PRESOS SÃO ALGEMADOS A LIXEIRAS

Presos aguardam desde a terça-feira vaga no sistema prisional do Rio Grande do Sul. Governo gaúcho estuda usar containers para abrigar presos.
Presos que aguardam desde a manhã de terça-feira (8) por vagas em presídios gaúchos foram algemados em uma lixeira, localizada em frente ao Palácio da Polícia de Porto Alegre, na manhã desta quarta-feira (9).

Imagens registradas por uma pessoa que não quis se identificar mostram o momento em que dois suspeitos presos foram algemados à lixeira na calçada.

De acordo com os policiais que faziam a custódia dos presos, os dois pediram para esticar as pernas, uma vez que estão dentro da viatura desde a terça-feira. O único local disponível era a lixeira que estava próxima da viatura.

No fim da manhã, os dois presos foram encaminhados para presídios após vagas serem abertas.

O Rio Grande do Sul passa por uma crise no sistema carcerário, que faz com que os presos sejam mantidos dentro das viaturas por conta da falta de vagas em presídios e até em delegacias da Polícia Civil.

Governo contêineres e cogita navio

O executivo gaúcho avalia o uso de contêineres para acomodar presos, com o objetivo de evitar a superlotação em celas de delegacias em Porto Alegre e na Região Metropolitana. O secretário da Segurança, Cesar Schirmer, disse na segunda-feira (7) que o problema deve ser resolvido até a próxima semana, e chegou a cogitar outra medida: manter detidos em um navio, como aconteceu em Nova York anos atrás.
"Não tinha lugar nas cadeias, [o então prefeito] atracou o navio no porto em Nova York e transformou o navio em uma prisão. Por que não examinar essa possibilidade também?", indagou Schirmer.

Após uma 'audiência emergencial' com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em Brasília, o governador José Ivo Sartori  disse que foi garantida a permanência de tropas da Força Nacional de Segurança no Rio Grande do Sul por tempo indeterminado.

Presos são abrigados dentro de viaturas por conta da falta de vagas
G1

Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS