DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

EFICIÊNCIA: PESQUISA APONTA RODELAS E ABARÉ COMO AS MAIS EFICIENTES, E MACURURÉ E CHORROCHÓ COMO AS PIORES DOS MUNICÍPIOS


EFICIÊNCIA: PESQUISA APONTA RODELAS E ABARÉ COMO AS MAIS EFICIENTES, E MACURURÉ E CHORROCHÓ COMO AS PIORES DOS MUNICÍPIOS
O portal UOL divulgou um ranking sobre a eficiência de todos os municípios do Brasil no que diz respeito aos recursos investidos em áreas básicas, como saúde, educação e saneamento. Entre as cidades de nossa região, Rodelas foi à melhor avaliada em eficiência de aplicação de recursos. Chorrochó foi o município menos eficiente. Confira os números das demais cidades da região.

RODELAS-       0,537(EFICIENTE)
ABARE-            0,442(POUCA EFICIÊNCIA)
MACURURE-   0,441(POUCA EFICIÊNCIA)
CHORROCHÓ  0,432(POUCA EFICIÊNCIA)

Três entre cada quatro municípios do Brasil (76%) não são eficientes no uso dos recursos disponíveis para as áreas básicas de saúde, educação e saneamento, segundo os critérios e análises dos resultados do REM-F.

Colocando-se os 5.281 municípios da base do REM-F em uma escala de 0 (ineficiente) a 1 (eficiência máxima), 5% deles ficam no intervalo de 0 a 0,3, 71% ficam entre 0,3 e 0,5, e 24%, entre 0,5 e 1.

O Ranking de Eficiência de Municípios - Folha leva em conta indicadores de saúde, educação e saneamento para calcular a eficiência da gestão e apresenta dados de 5.281 municípios, ou 95% do total de 5.569.

Numa escala de 0 a 1, só 24% das cidades ultrapassam 0,50 e, por isso, podem ser consideradas eficientes.

FUNCIONALISMO

Outro ponto decisivo para a eficiência dos municípios parece ser o funcionalismo.

O REM-F revela que quanto maior o percentual de aumento do número de servidores entre 2004 e 2014, pior a eficácia das prefeituras nas áreas de saúde, educação e saneamento.

Entre os 5% dos municípios com índice de eficiência de até 0,30, o funcionalismo cresceu 67%, em média, entre 2004 e 2014. Nas cidades acima da faixa de 0,50, a taxa ficou em 48%. No mesmo período, a população aumentou 12%.

Fonte: Folha de São Paulo/UOL - CHORROCHÓ EM FOCO

Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS