DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

terça-feira, 1 de agosto de 2017

JOVEM INVENTA GRAVIDEZ PARA SE VINGAR DO EX E FAZ ATÉ FALSA FESTA DE 1 ANO DO 'BEBÊ'

Uma jovem de 24 anos é suspeita de fingir uma gravidez e o nascimento de uma criança, além de falsificar um exame que induziu a Justiça a erro, para se vingar do ex-namorado em Ribeirão Preto (SP). Segundo o rapaz que seria o pai do bebê, a farsa foi revelada um ano depois, durante a festa que marcaria o primeiro aniversário da menina.
Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o caso. Segundo o Ministério Público, a situação é gravíssima e, se ficar provado que outras pessoas ajudaram a jovem a manter a mentira, elas também deverão responder criminalmente.
Victor Guerino Sedassare e Pâmela Ribeiro Serveli mantiveram um relacionamento amoroso por quatro anos. Eles terminaram o namoro em 2015, mas chegaram a sair juntos por algumas vezes, porque a jovem tentava reatar e não aceitava o fim da relação. Pouco tempo após o último encontro, Pâmela procurou Vitor para contar que estava grávida e apresentou um exame, que comprovava a gestação.
Às vésperas do parto, os pais dela chegaram a ir à casa de Vitor para convidar a família para assistir o nascimento da criança. Eles, no entanto, recusaram o convite por não terem certeza sobre a paternidade da criança.
Segundo a família, Pâmela entrou na Justiça para obrigar o ex-namorado a custear todas as despesas com a gestação, e conseguiu um mandado favorável ao pedido. Após o nascimento da criança, no entanto, o rapaz nunca conseguiu a ver a menina, chamada de Laura pela mãe e pelos avós maternos.
De acordo com Victor, Pâmela chegou a publicar algumas fotos da criança em seu perfil em uma rede social, mas em muitas delas não era possível ver o rosto do bebê.
Ela começou a me evitar. Eu pedia pra ela trazer a criança pra eu ver e ela simplesmente não trazia. Ela falava que vinha, chegava na hora e ela não trazia. Sempre tinha um problema, sempre tinha um empecilho. Aí a gente começou a duvidar que isso não era tão normal”, diz o jovem.

Pamela usa toalha de mesa pra deixar a festa
Desconfiada do comportamento de Pâmela, há quatro meses, a mãe de Vitor passou a buscar evidências sobre a existência da neta. Rosa Helena Sedassare conta que, por várias vezes, foi até a casa da família de Pâmela para tentar ver a criança. Em uma das visitas, a mãe da jovem deixou que ela entrasse, mas a mulher se surpreendeu ao ver o quarto do bebê, que tinha uma boneca dentro do berço. As duas, porém, não estavam.
“Ela disse que a Pâmela não queria que ninguém visse a criança. Ninguém viu. Eu conversei com os vizinhos e ninguém nunca tinha visto essa criança, nem saindo com a Pâmela, nem com outra pessoa. Ninguém nunca viu uma criança naquela casa.”
Em julho deste ano, Rosa procurou o laboratório responsável pelo exame que atestou a gravidez de Pâmela e descobriu o que seria uma grande mentira.
“Me veio uma luz e eu fui. Quando eu cheguei no laboratório, até o teste de gravidez era falso. Eu pensei, se o teste de gravidez é falso, tudo é falso, não existiu uma gravidez.”
A notícia deixou Victor perplexo. O jovem, que descobriu um câncer na coluna e que há dez meses passa por um tratamento intensivo contra a doença, diz ter ficado muito abalado.
Rosa procurou o juiz e relatou sobre a possibilidade de o exame que atestava a gravidez ter sido fraudado por Pâmela. Um oficial de Justiça foi enviado à casa da jovem para informá-la que as duas teriam que comparecer ao Fórum, e que a mãe deveria apresentar a certidão de nascimento da filha.
O oficial foi enviado na data da festa do primeiro aniversário de Laura, dia 11 de julho deste ano. A mulher distribuiu convites a familiares, amigos e vizinhos dela e do pai da criança, e chegou a gastar R$ 3 mil com a contratação de um buffet para o evento.
“A festa estava linda e parecia ser real. Mas, não tinha a criança. Nem a mãe da criança estava lá. Ela alegou que o oficial de Justiça tinha chegado na casa dela naquele momento, porque tinha uma denúncia de maus-tratos. Que a criança tinha ficado em casa com o pai dela e que assim que o oficial fosse embora, o pai dela viria com a criança pra festa.”

A farsa foi, enfim, revelada quando uma mulher chamada Emily invadiu a festa e afirmou que três pessoas tinham tentado levar a filha dela de casa. A Polícia Militar foi chamada e Pâmela foi encaminhada à delegacia para prestar esclarecimentos.
CHICO SABE TUDO

Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS