DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

EXAME DE ESTUDANTE QUE MORREU EM PETROLINA DÁ NEGATIVO PARA H1N1

Foi detectada a presença da bactéria Neisseria Meningitidis. Lucas de Souza Santos morreu no dia 16 de novembro, em Petrolina, PE.
O resultado dos exames do estudante Lucas de Souza Santos, que faleceu na semana passada, em Petrolina, no Sertão pernambucano, com suspeita de H1N1, foi divulgado na noite desta quarta (23), pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Em nota, a SMS informou que, após análises, foi detectada a presença da bactéria Neisseria Meningitidis, que causa doenças como a meningite meningocócica e a meningococcemia, esta última, provoca uma infecção generalizada podendo muitas vezes levar o paciente a óbito.
Ainda de acordo com a Secretaria, as análises feitas nas coletas dos jovens que tiveram contato com Lucas apresentaram resultado negativo para vírus respiratórios, entre eles, o H1N1.
A Secretaria de Saúde de Petrolina informou que permanece vigilante e que tem tomado todas as medidas de prevenção e controle em casos como este e aguarda o laudo final que deve apontar a causa da morte.

Entenda o caso
Lucas Santos, de 26 anos, começou a sentir os primeiros sintomas na madrugada do dia 16 de novembro. Às 7h, ele deu entrada em um hospital particular de Petrolina com febres e fortes dores no corpo. Em poucas horas o quadro de saúde se agravou e nenhuma medicação conseguiu controlar a infecção. A morte foi confirmada às 17h. Como os sintomas surgiram repentinamente e o quadro se agravou de forma rápida, os médicos suspeitaram de contaminação com o vírus H1N1.

Ele era estudante do curso de Gestão de Tecnologia da Informação da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) e apresentou os sintomas após participar de uma Feira de Tecnologia, em Belo Horizonte, Minas Gerais.
Colegas de turma de Lucas disseram ao G1 que durante a viagem o jovem não apresentou nenhum sintoma e que participou de todas as atividades com os demais alunos. Ele voltou para Petrolina na segunda-feira (14), em um ônibus, com outros 40 colegas de turma e dois professores.
G1/PE
Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS