DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

sábado, 15 de outubro de 2016

ANTT FISCALIZA OS ÔNIBUS DA LINHA INTERMUNICIPAL PETROLINA-JUAZEIRO

Empresa Joafra reajustou a passagem intermunicipal de R$2 para R$3. Setranvasf disse que a Joafra vai recorrer judicialmente.
Os fiscais da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) fizeram verificações nesta sexta-feira (14) nos ônibus de transporte coletivo da empresa Joafra, que faz a linha intermunicipal entre Petrolina, no Sertão de Pernambuco e Juazeiro, na Bahia. Desde o dia 7 deste mês, a empresa passou a cobrar R$3 de passagem, mas o valor determinado no dia 22 de setembro pela ANTT era que a cobrança deveria ser de R$2.
A empresa Joafra descumpriu a determinação e voltou a cobrar R$3 na passagem. Quem precisa usar o transporte coletivo, não gostou do novo reajuste. “Eu achei um absurso, você vir todos os dias para Juazeiro-BA e chegar comprar uma passagem dessa, um real a mais é demais”, relata a técnica em enfermagem, Marlene Moreira.
Fiscalização da ANTT em Petrolina (Foto: Luana Bernardes/ TV Grande Rio)Fiscalização da ANTT em Petrolina
(Foto: Luana Bernardes/ TV Grande Rio)
A professora Maria Gorete Amariz acredita que o rejuste é indevido, já que está desreipeitando a lei. “Se a lei está cobrando que é para ser R$2 é obrigatório ser R$2 mesmo, porque só atravessar uma ponte e pagar R$3. E as pessoas atravessam quantas vezes por dia?, quanto vai gastar durante o dia?”, questiona.
A estudante Débora Menezes disse que acha um aburso pagar R$3 por um percurso curto. "A gente faz uma quilometragem pequena, por um preço extremamente alta. Em Salvador-BA você paga R$3,20 e você roda por um espaço bem maior. É extramamento absurdo e a gente que é estudante é extremamente caro".
Nos ônibus os fiscais da ANTT observaram o valor cobrado de passagem e pediram os documentos pessoais de alguns passageiros apra saber quanto eles pagaram de passagem. Todos os ônibus fiscalizados pelos agentes estavam descumprindo a determinação da agência e cobrando o valor mais caro, mesmo com um cartaz nos veículos informando os preços.
A multa aplicada pela ANTT é de cerca R$ 5 mil reais por passageiro abordado. O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Vale do São Francisco, o (Setranvasf), informou que a empresa Joafra retornou o valor para três reais depois de uma decisão judicial do dia 6 de outubro e que a multa aplicada pela ANTT desrespeita essa decisão. A Setranvasf disse ainda que a Joafra vai recorrer judicialmente.
G1/PETROLINA
Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS