DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

terça-feira, 11 de outubro de 2016

VAQUEIROS PROTESTAM CONTRA PROIBIÇÃO DA VAQUEJADA EM PETROLINA, PE

Segundo Polícia Rodoviária Federal, cerca de 300 manifestantes participaram do ato. Protesto interditou BR que liga as cidades de Petrolina (PE) a Juazeiro (BA).
Vaqueiros, trabalhadores de vaquejada e simpatizantes protestaram, nesta terça-feira (11), contra a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) pela proibição da atividade no Estado do Ceará, mas, que serve de referência para todo o país. A manifestação ocorreu na Ponte Presidente Eurico Gaspar Dutra, que liga as cidades de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, a Juazeiro, na Bahia.
O protesto começou por volta das 9h30, interditando o trânsito da BR-407, nos dois sentidos. O trânsito ficou congestionado por cerca de dois quilômetros. A Polícia Rodoviária Federal esteve no local para controlar o tráfego de veículos. Da ponte, os vaqueiros seguiram em cavalgada para a Prefeitura de Petrolina, Zona Central da cidade, onde continuaram o protesto.
A vaquejada é uma tradição cultural nordestina na qual um boi é solto em uma pista e dois vaqueiros montados a cavalo tentam derrubá-lo pela cauda.

 

Polícia Rodoviária Federal diz que cerca de 300 manifestantes participaram do protesto (Foto: Paulo Ricardo Sobral / TV Grande Rio)
Assim como ocorre em outras regiões do país, os organizadores não concordam com a decisão do Supremo Tribunal Federal. Eles pedem que o congresso aprove uma emenda constitucional que regulamente a vaquejada e que torne a prática como patrimônio imaterial da cultura brasileira.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), cerca de 300 vaqueiros participaram do movimento. Segundo a organização, duas mil pessoas compareceram a manifestação.
DECISÃO DO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL
Por 6 votos a 5, os ministros consideraram que a atividade impõe sofrimento aos animais e, portanto, fere princípios constitucionais de preservação do meio ambiente. Com a decisão o STF derrubou uma lei do Ceará que regulamentava a vaquejada.

Apesar de se referir ao Ceará, a decisão servirá de referência para todo o país, sujeitando os organizadores a punição por crime ambiental de maus tratos a animais.
G1/PETROLINA
Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS