DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

sábado, 14 de maio de 2016

CASO PIAUÍ: MÃE FAZ APELO PARA QUE FILHO CERCADO PELA POLÍCIA NÃO SEJA MORTO



A polícia alega que todos os suspeitos foram mortos porque teriam resistido e entrado em confronto com os policiais. O secretário de Segurança Fábio Abreu está acompanhando as diligências e participando diretamente das ações.
A versão da polícia é contestada por algumas pessoas. “Os que já morreram, Evertom (Ton) e Edeniltom (Denilton) se entregaram diante da população da cidade Morro Cabeça [no Tempo], pedindo por favor pra não matarem eles. Mesmo assim, com o coração de pedra e cheios de rancor, tiraram a vida deles sem piedade, matando aos poucos com torturas desumanas”, escreveu uma jovem em seu perfil no Facebook.
JUSTIFICATIVA
Em nota, a Secretaria de Segurança do Piauí afirma que todo esforço é para preservar a vida, mas reforça que durante o cerco aos assaltantes, os policiais foram sempre recebidos a tiros pelos acusados e por isso tiveram que reagir de forma proporcional.
A SSP/PI acrescenta que um policial militar piauiense foi baleado durante o confronto. “Os assaltantes estavam armados com fuzis, armas de alto poder letal, o que mostra que estavam dispostos a não obedecer à ordem de prisão dos policiais do Piauí, Pernambuco e Bahia. Além disso, sempre que tiveram oportunidade fizeram reféns e agiram com extrema violência”, diz a nota.
Sobre o apelo dos familiares, a Secretaria de Segurança alega que compreende a dor das famílias, mas acredita que elas contribuem mais se pedirem que seus parentes se rendam e deponham as armas. “O cerco aos três fugitivos continua. O objetivo é prendê-los e entregar à Justiça como já aconteceu como outros seis acusados presos pelas forças de segurança”, termina a nota.
Por: Nayara Felizardo
Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS