DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

DE MACURURÉ NA BAHIA PARA O MUNDO!

quarta-feira, 30 de março de 2016

MORADORA PEDE “ANONIMATO” E DENUNCIA FALTA DE LUVAS CIRÚRGICAS e ETC...NO HOSPITAL DE MACURURÉ, NA BAHIA

Parece que o povo continua sendo tratado como vira-latas. A assistência médica tão alardeada nas campanhas e orgulhosamente apresentada em telões de festas juninas não é encontrada na unidade hospitalar do município.


Água oxigenada, soro fisiológico, álcool antisséptico, luvas, ataduras, esparadrapo. Pacientes do Hospital Orminda Almeida Gonçalves, na cidade de Macururé, estado da Bahia, tem procurado este Portal de Notícias através do seu editor/redator Naldinho Beira Rio, ele já considerado pela maioria da população como uma figura a qual todos procuram como se fosse uma espécie de “ouvidoria do clamor público do município", denunciam com frequência, a exemplo de hoje pela manha (30/03/2016) que pacientes se depararam com a ausência de materiais básicos como esses citados acima quando passaram por consulta e tiveram que comprar luvas na Farmácia Macururé que fica em frente a unidade.
Uma paciente e moradora da Vila Popular, bairro carente de Macururé denunciou a nossa redação de forma espontânea o problema que ocorre no hospital todos os dias de atendimento ao público. Luva é o que mais falta, aí a gente tem que ir até a uma farmácia que fica de frente a unidade hospitalar e efetuar a compra da mesma, e que muitas vezes é obrigada a comprar uma do tipo mais cara — contou esta moradora, que preferiu não se identificar.

Segundo ela, um médico disse que também faltam antibióticos e outros medicamentos obrigatórios. Muitas vezes, parentes de pacientes compram, por conta própria, o que está em falta.
— Na semana passada, uma colega da denunciante também teve que comprar estas luvas — lembrou a moradora (denunciante).

Se verídica sendo a denuncia o redator deste Portal de Notícias (NALDINHO BEIRA RIO) faz uma observação e pergunta:Será se os profissionais do Hospital, em Macururé lançam no livro estas ocorrências? Enfermeiros registraram estas supostas faltas de luvas? Quem pode me responder fique a vontade através de nossos contatos, até mesmo para um “direito de respostas”. 


Postar um comentário

SEGUIDORES DO BEIRA RIO NOTÍCIAS